7 Dicas para iniciar o curso superior mesmo sem dinheiro!

Fazer um curso superior no Brasil significa ser aprovado em um vestibular para universidade pública ou pagar pelos estudos. Os valores não são dos mais baixo. Mas a boa notícia é que é possível iniciar um curso superior no Brasil sem pagar nada ou bem pouco. Saiba mais!

Dicas para iniciar o curso superior mesmo sem dinheiro!

Não ter dinheiro não significa não ter diploma. Ao menos não atualmente porque existem muitos bons programas sociais voltados para ajudar estudantes na jornada do ensino superior.

Para quem quer começar nos estudos e não sabe como pagar, reunimos 7 dicas importantes e que pode valer a pena aprofundar o conhecimento.

1 – Tente o FIES

O Financiamento Estudantil, conhecido pela sua sigla FIES, é um programa do governo federal de financiamento de todo ensino superior. O aluno de baixa renda deve ser candidatar no portal do site e concorrer a uma vaga no financiamento.

O diferencial do FIES é que ele financia para quem não tem renda comprovada, mas é preciso ter um fiador. Matrículas e mensalidades são somadas a juros baixos e devem ser pagas apenas após o término do curso.

2 –  Faça a inscrição no Educa Mais Brasil

O programa Educa Mais Brasil é uma parceria entre faculdades em empresas privadas. Os alunos que se inscreverem no site podem concorrer a bolsas  de até 75% do valor da mensalidade.

Não existe bolsa 100%, mas o percentual de desconto é bem significativo para algumas mensalidades como as licenciaturas e cursos de baixo valor. Para concorrer não é preciso pagar nada para se inscrever e a avaliação da disponibilidade da bolsa já sai na hora pelo site do programa.

3 – Concorra a bolsas de estudo nas instituições

Faculdades e universidades privadas costumo acertar bolsas de estudo para alunos exemplares. Procure por instituições de ensino do seu interesse e verifique qual os critérios para concorrer a tais bolsas.

Podem ser notas boas no ensino médio ou ter uma pesquisa já desenvolvida. Não vale a pena tentar e não paga nada.

4 – Faça a prova do Enem

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio substitui o vestibular em diversas instituições de ensino superior. Também é pré-requisito para conseguir o FIES, ProUni e muitas bolsas de estudo disponíveis no mercado. O Enem é anual e aluno concluinte de escola pública ou bolsista não paga.

5 – Faça a inscrição no ProUni

O Programa Universidade para Todos foi criado pelo Ministério da Educação. Ele seleciona todos os anos estudantes do ensino médio para ganhar uma bolsa de estudo integral ou parcial em instituição privada. o aluno deve escolher entre dois cursos e pode ser selecionado para bolsas de 50, 75 ou 100%.

6 – Tente uma vaga de emprego na faculdade ou universidade

Muitas instituições de ensino privilegiam bolsas de estudo para funcionários. Você pode não ganhar a sua bolsa de pronto. Mas de depois alguns meses como funcionário pode tentar o vestibular e fazer uso de sua gratuidade.

7 – Fique ligado em bolsas assistenciais de empresas

Grandes empresas costumam ajudar o setor de educação do país. Elas podem fornecer bolsas de estudos para estudantes de baixa renda com programa próprio de seleção. É só ficar ligado nas notícias em sites ou em sites de empresas.

Comments are closed.